FILIA-TE NO PCTP/MRPP! LUTA PELO SOCIALISMO E PELO COMUNISMO! CONSTRÓI UM FUTURO MELHOR PARA TODOS! ENVIA O TEU CONTACTO PARA porto@pctpmrpp.org
Sexta-feira, 19 de Outubro de 2007

Os tratantes e o tratado

Depois de provar ser "bom aluno" a sabujice como escriturário augura-lhe uma futura carreira profissional promissora: conseguiu transcrever, a contento dos amos, os acordos de Berlim para o papel. Tudo não passaria de uma história de feliz ascenção pessoal não fora o caso de contender com o interesse de centenas de milhões de cidadãos europeus. Tudo foi tratado no recato dos gabinetes e é com o mesmo tipo de recato que se preparam para o pôr em vigor, e isto, sem qualquer tipo de mandato democrático (mesmo que apenas formal)  dos subscritores e, em muitos casos como no português, em contradição absoluta com as promessas eleitorais. O formato do golpe é de tal maneira evidente que é já objecto da chacota pública. Mas visa essencialmente desviar a discussão do ponto central: os aspectos políticos do próprio acordo. Nesse ponto fala-se nas percas de soberania nacional (em grande parte já perdida de facto, as decisões políticas são tomadas em Bruxelas pois os governos de bloco central prestam-se ao papel exclusivo de simples executores dessas decisões, ver, por exemplo, a corrida do novo presidente do PSD a Bruxelas após a eleição e as alterações do discurso após essa ida e iguais consequências de idas em iguais circunstâncias do actual primeiro-ministro e do penúltimo, deve ser aliás por ausência de tal ida que o último foi despedido fora de tempo), mas esquece-se o fundamental e o fundamental é que este tratado cria as condições político-jurídicas para transformar a UE numa potência imperialista. Ou seja, transforma a estrutura europeia no instrumento adequado às ambições do capital financeiro contra os povos de todo o mundo e também contra os povos europeus. O que os tratantes preparam é a guerra, com os seus habituais cortejos de fome, de miséria e de morte, na qual reservam o papel de carne-para-canhão para os povos europeus.

 

CONTRA O IMPERIALISMO!

EXIJAMOS O REFERENDO AO TRATADO DE LISBOA!

 

publicado por portopctp às 18:33
endereço do artigo | comentar | favorito
2 comentários:
De camaradita a 20 de Outubro de 2007 às 15:21
Aprecio e comungo de muitas das v/análises da política política portuguesa.
Com o devido respeito por todas as v/posições sobre todas as questões, e porque sou defensor da integração de Portugal na UE, gostaria de saber que alternativa nos restava, uma vez que me parece estarem frontalmente contra. Sim, porque o sistema político capitalista existe aqui, como em toda a europa.

Outro ponto, verificado em muitos posts vossos e a palavra de ordem ABAIXO O GOVERNO.

Tenho para mim que quando pedimos ABAIXO UM GOVERNO (especialmente em democracia, ainda que burguesa) devemos ter uma alternativa para o substituir, e essa alternativa não pode ser de médio ou longo prazo.
Os meus sinceros cumprimentos.


De portopctp a 24 de Outubro de 2007 às 01:51
Caro camaradita:
Hoje, opormo-nos ao governo, significa opormo-nos à política da UE para Portugal, pois o governo o que faz é aplicar essa política de forma cega (é o "bom aluno") com os resultados em miséria para o povo que se vêem. Um governo assim não merece governar e com certeza existem forças suficientes na sociedade portuguesa capazes de aplicar um programa de que constem os pontos abaixo que subscreveríamos:
• Um plano estratégico de desenvolvimento económico nacional que impulsione e
salvaguarde todos os sectores de produção, designadamente a indústria, a agricultura,
as pescas e a exploração mineira;
• Uma aposta prioritária na educação e na formação profissional, e um forte incentivo às
actividades de investigação científica e de desenvolvimento tecnológico;
• Uma participação decisiva das organizações dos trabalhadores na definição das
condições de produção e distribuição da riqueza a nível nacional, bem como na
planificação e gestão da Segurança Social;
• A recusa de quaisquer regras e instrumentos jurídicos que signifiquem a confiscação
da soberania nacional pela União Europeia, assim como a renegociação, no quadro da
mesma União Europeia, de todas as regras de política económica, monetária e
orçamental que constituam um obstáculo ao desenvolvimento do país.
Clamarmos ABAIXO O GOVERNO, significa, pois, pugnarmos por um programa deste tipo, capaz de inverter o caminho de descalabro seguido até hoje.


Comentar artigo

artigos recentes

Viva a COMUNA!

Viva o 8 de Março!

Viva o PCTP/MRPP!

Viva o comunismo!

Honra a Ribeiro Santos!

Viva o comunismo!

VIVA O 1º DE MAIO!

A luta da mulher pela sua...

TRABALHADORES DA SOARES D...

VIVA O COMUNISMO!

Conferência de Imprensa

1.º de MAIO é dia de LUTA...

Democracia para o Povo!

E assim está bem!

Honra aos camaradas Ribei...

Viva o Partido!

As razões para Portugal S...

Uma aula aberta

SAIR DO EURO!

Saída do euro, porquê?

A envolvente repressiva/s...

8 de Março no Porto

Viva a comuna!

Casino da Póvoa de Varzim...

Opor barreira ao avanço d...

Um enorme embuste

Três pontos apenas

ENVC: Não basta lutar É p...

Casino da Póvoa de Varzim...

VIVA O PARTIDO!

MANIFESTO contra a morte ...

ENVC: A necessidade de pa...

9 de Novembro: trabalhado...

Viva o comunismo!

Cavaco e governo, RUA!

Derrubar o governo!

Primeiro passo: derrubar ...

Mais democracia e control...

PLENO EMPREGO, apenas uma...

Habitação: um direito fun...

Transportes: um nó górdio...

Semanário de Felgueiras, ...

O Golpe de Estado de Cava...

Greve Geral de 27 de Junh...

CASINO DA PÓVOA - Subsídi...

ENVC - chegou chapa, mas ...

A vitória está ao alcance...

É POSSÍVEL!

Acusados da EsCol.A - tri...

O 1.º de MAIO é dia de LU...

Março 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


pesquisar neste blogue

 

mais sobre nós

deixe uma mensagem

escreva aqui

arquivos

Março 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Maio 2016

Março 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Setembro 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Outubro 2014

Setembro 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Junho 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

visitas a partir de 28 de Novembro de 2013

contador

artigos sobre

todas as tags

blogs SAPO

subscrever feeds